Ligue-se a nós

Artesanatos

Como Lixar e Polir a Resina Epóxi Para Ela Ficar Brilhante!

Ao avançar pelas etapas de criação, secagem e cura do seu projeto com resina epóxi, chega uma etapa crucial para o resultado do trabalho: a fase de acabamento de lixar e polir. 

De fato, é um momento crítico do projeto e vários detalhes precisam ser levados em consideração para não colocar tudo a perder. 

Mas não se preocupe! A equipe da Guia da Resina Epóxi preparou para você um Manual de Como Lixar e Polir para que seu trabalho fique com aquele acabamento impecável. 

A importância da secagem e da cura antes de lixar e polir a resina epóxi

Antes de iniciar o processo de lixamento é fundamental ter noção da importância do processo de secagem e cura da resina epóxi. 

A resina não pode estar simplesmente seca, deve estar minimamente curada. 

Ao iniciar o lixamento sem que a peça esteja, no mínimo, um pouco curada, corre-se o risco de deformar a peça ou superfície em função do atrito causado pela lixa. Portanto, paciência é de suma importância durante esse processo. 

Caso não seja possível aguardar o tempo para a cura adequada, existem alguns truques para acelerar o processo. 

O uso de estufas para peças pequenas pode ser interessante. Para trabalhos maiores, aumentar a temperatura do ambiente é uma boa solução. 

Se você tem alguma dúvida sobre a diferença entre secagem e cura da resina, nos deixe um comentário abaixo. Teremos prazer em abordar o assunto futuramente! 

Evolução correta das lixas para lixar e polir a resina epóxi

Como lixar e polir a resina epoxi

Agora que a resina epóxi está devidamente seca e curada chega a parte do lixamento propriamente dito. 

Caso seja necessário plainar muito a peça, é necessário adotar lixas com granulações um pouco mais grossas como uma 60, por exemplo. 

Além disso, é importante seguir uma evolução da granulação durante o processo de lixamento.  

Pode-se começar com uma 60 e aumentar a granulação (diminuir a “grossura”) gradativamente conforme as imperfeições vão diminuindo. 

Exemplo de granulações e as aplicações: 

Granulação Tipo Finalidade Exemplo de Aplicação 
60 
80 a 100
Grossa Correção de grandes imperfeições Áreas maiores que apresentem grande diferença de nível 
120 
150
220
Média  Correção de imperfeições medianas Áreas maiores que apresentem diferença moderada de nível 
320 
400
Fina Opção mais grossa para acabamentos finos Áreas já niveladas e entrando na fase de acabamento 
600 
800
100
1200
Muito Fina Principal opção para acabamentos finos Áreas em processo de acabamento. Recomendada para acabamentos foscos 
1500 Extremamente Fina Início de processo de polimento, porém, sem muito brilho. Acabamentos finos em fase de polimento onde não se deseja muito brilho na área 
2000 ou mais Polimento Finalização de processo de polimento. Acabamento com brilho. Acabamentos finos em fase final de polimento onde se deseja que a área fique lustrosa 

 

É importante observar que a evolução da granulação das lixas deve ser gradativa ainda que sejam consideradas do “do mesmo tipo”. 

Por exemplo, se for necessário corrigir imperfeições medianas é necessário seguir a seguinte evolução: primeiro a lixa de granulação 120, depois a de 150 e a de 220 por último. 

Note que todas são classificadas como médias, porém, para um acabamento impecável é altamente recomendável que se siga essa evolução. 

Para o trabalho com resina epóxi é interessante investir em lixas que possuam materiais duros na composição dos grãos como óxido de alumínio ou lixas diamantadas, por exemplo. 

Lixas d’água – após o uso é recomendável lavar e manter a lixa em recipiente fechado com água. Isso mantém a lixa hidratada e aumenta a sua vida útil. 

Entre a troca de lixas, limpe bem a superfície que foi trabalhada. A presença de grãos mais grossos do processo anterior pode acabar riscando a superfície em que se está trabalhando.  

Aconselhável passar um pano umedecido de microfibra com solvente bem volátil (que evapora rapidamente). 

Lixamento seco ou úmido? 

Nas granulações mais grossas, costuma-se optar pelo lixamento seco por se tratar de um processo mais “grosseiro”. 

Lixamento úmido é recomendado para acabamentos mais finos (a partir de 1000 a 1200 aproximadamente). 

Lixamento mecanizado  

Como lixar e polir a resina epoxi

Caso possua algum equipamento para o processo de lixamento e polimento, separamos algumas dicas valiosas para você. 

Seja qual for o aparelho que você utilize: lixadeiras de fita (mais grosseiras), politrizes ou roto orbital (para acabamentos finos); é necessário atentar para o seguinte: 

  • Mantenha uma empunhadura firme; 
  • Respeite a evolução da granulação da lixa; 
  • Prefira rotações baixas para evitar o aquecimento excessivo que pode acabar deformando a resina; 
  • Mantenha o aparelho em constante movimento; 
  • Não aplique força excessiva visando acelerar o processo. 

Lixamento manual

Essa técnica é indica para peças ou superfícies pequenas, mas nada impede sua aplicação em trabalhos maiores. Apenas será um pouco mais trabalhoso. 

Além das dicas do lixamento mecanizado que são aplicáveis aqui também como: 

  • Evolução da granulação da lixa; 
  • Não aplicação de força excessiva para acelerar o processo. 

Ainda separamos essa dica de ouro que, com certeza, fará toda diferença nessa parte do processo: intercale o sentido do lixamento conforme aumenta a granulação. 

Imagine que você está lixando uma superfície e começa com a granulação 60. Opte por seguir um único sentido. Digamos que vertical. 

Ao evoluir para uma 80 ou 100, adote o sentido horizontal. 

Essa dica auxilia muito no controle do quanto deve ser lixado com a atual granulação pois, o “rastro” deixado pelo processo anterior ficará bem demarcado e deixará claro o que foi trabalhado no lixamento passado e no atual. 

Processo de polimento e Conclusão sobre Como Lixar e Polir a Resina Epóxi

O processo de polimento é muito parecido com o de lixamento. A diferença aqui é que, como as imperfeições já foram corrigidas, o intuito é dar brilho à resina epóxi. 

É importante fazer a combinação correta de boinas e polidores: para as boinas mais abrasivas é indicado um polidor nº 1. Para as mais macias, um polidor nº 2. 

Para finalizar com aquele brilho incrível, a boina de espuma combinada com uma boa cera.  

CONCLUSÃO – Gostou do nosso manual? Se conseguimos ajudar você a tirar alguma dúvida com ele, nos deixe um feedback nos comentários abaixo! 

Se você tem alguma sugestão para um futuro artigo, deixe um comentário abaixo para a gente! 

Grande abraço e até a próxima! 

Conheça mais dos nossos conteúdos gratuitos do blog:

Caso esteja sem ideias de desenhos prontos para bancadas, pisos e paredes, acesse https://www.countertopepoxy.com/ e www.leggari.com onde há muitos modelos.

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso Whatsapp   ou enviando um e-mail para nossa equipe em  contato@guiadaresinaepoxi.com

Eu trabalho com resina desde 2019, após dar tudo errado na minha carreira anterior, me encontrei verdadeiramente nessa área. Já ajudei mais de 800 mil pessoas pelo mundo com meus conteúdos sobre resina epóxi. Para trabalhar com resina, escolhi o segmento de arte oceânica. Fui parar na televisão, participei em programas da TV Aparecida e TV Gazeta e hoje tenho confiança para vender e ensinar centenas de alunos a conseguirem ondas perfeitas e lucro com seus produtos que representam o mar. Sou muito grato em ajudar a todos, é por isso que cheguei até aqui. Então deixe suas dúvidas nos comentários! Ficarei muito feliz em te responder!

Continuar Lendo
16 Comentários

16 Comments

  1. Tiago Pereira Osório

    21 de fevereiro de 2021 no 19:14

    Quanto de resina pra fazer uma mesa d 2 por 1

  2. AM

    7 de abril de 2021 no 07:03

    Muito bem explicado.
    obrigado

    • Gutemberg Motta

      7 de abril de 2021 no 14:10

      De nada! Um grande abraço.

  3. JOSIEL DE OLIVEIRA NASCIMENTO

    20 de abril de 2021 no 23:26

    Gostei muito vou começar pôr esses dias quero saber mais sobre às lixas

    • Gutemberg Motta

      23 de abril de 2021 no 17:04

      Boa! Fico feliz em ter ajudado!!

  4. Pamela

    29 de abril de 2021 no 13:15

    Olá, adorei as dicas. Após o processo com as lixas, há alguma pasta que eu preciso passar para dar mais brilho na peça?

    • Gutemberg Motta

      30 de abril de 2021 no 11:44

      Olá Pamela! Você pode usar pasta de encerar, óleo mineral, pasta de encerar carro, cera de caranuba… mas o que vai ter o melhor acabamento de todos é o Odies’ Oil. É internacional, mas é o melhor.

  5. Ciro Moraes

    11 de maio de 2021 no 12:46

    Qual tipo de verniz é aconselhável usar em resina epóxi.

    • Gutemberg Motta

      12 de maio de 2021 no 08:23

      Ciro, nenhum verniz é aconselhável usar. Apenas o processo inteiro de lixamento e no fim polir com uma pasta de polir. Pode ser pasta de polir carro, cera de carnaúba, dentre outros.

  6. Andrea

    20 de agosto de 2021 no 08:42

    muito obrigada pelas dicas!!! e para polimento manual qual seria a ordem correta? uso a cera de polir passando com a estopa mas ainda fica sem brilho.

    • Gutemberg Motta

      23 de agosto de 2021 no 15:01

      Andrea, a ordem é a mesma, porém polir de forma manual não fica bom. Lixar você consegue na mão, mas para polir recomendo usar uma micro retifica ou uma politriz.

  7. Naomy

    16 de janeiro de 2023 no 10:30

    Muito esclarecedor. A explicação foi muito completa. Obrigada!

  8. Ana Mourão

    28 de janeiro de 2023 no 21:43

    Olá estou com muita dificuldade em lixar e polir e finalizar blocos de resinaepoxy com flores preservadas será que pode dar me um conselho por favor ?

    • Gutemberg Motta

      31 de janeiro de 2023 no 12:08

      Para peças maiores o ideal é ter uma lixadeira orbital, você está lixando na mão ?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artesanatos

Qual a Durabilidade da Resina Epóxi

Hoje você vai conhecer a durabilidade da resina epóxi, um material composto por dois componentes: uma resina base e um agente endurecedor.

Quando misturados, esses componentes reagem quimicamente para formar uma substância dura e resistente.

Isso faz da resina epóxi um material popular em uma variedade de aplicações, desde revestimentos de pisos até laminados de fibra de vidro.

Vantagens da Resina Epóxi

Uma das principais vantagens da resina epóxi é sua durabilidade.

Ela é resistente à água, ácidos, álcalis, abrasão e impactos, tornando-a ideal para ambientes industriais e comerciais.

Além disso, a resina epóxi é capaz de suportar altas cargas mecânicas, tornando-a adequada para aplicações de engenharia, como estruturas de concreto reforçado e reparos de estruturas metálicas.

Outra característica importante da resina epóxi é sua resistência às temperaturas extremas.

  • Ela é capaz de suportar temperaturas tão baixas quanto -60 graus Celsius e tão altas quanto 150 graus Celsius, o que a torna adequada para aplicações de alta temperatura, como estufas e fornos.
  • A resistência às temperaturas extremas também significa que a resina epóxi é resistente à distorção e à deformação, o que é importante para aplicações críticas, como equipamentos eletrônicos e sensores.

A resina epóxi também é resistente às radiações UV, o que a torna adequada para aplicações externas.

Ela é comumente usada em revestimentos de pisos, pisos industriais, decks de navios, plataformas de petróleo e gás e outras aplicações expostas ao sol e à intempérie.

A resina epóxi é um material muito durável e ao mesmo tempo, versátil no design.

Ela pode ser misturada com uma variedade de aditivos, como pigmentos, fibra de vidro e cargas, para melhorar suas propriedades mecânicas e estéticas.

Isso significa que a resina epóxi pode ser personalizada para atender às necessidades específicas de uma aplicação.

  • A resina epóxi é um material durável e versátil que é popular em uma variedade de aplicações devido à sua resistência à água, ácidos, álcalis, abrasão, impactos, temperaturas extremas, radiações UV e sua capacidade de suportar altas cargas mecânicas.
  • É utilizada em aplicações industriais e comerciais, estruturas de concreto reforçado, reparos de estruturas metálicas, equipamentos eletrônicos e sensores, revestimentos de pisos, pisos industriais, decks de navios, plataformas de petróleo e gás e outras aplicações expostas ao sol e à intempérie.

Além disso, a flexibilidade de design da resina epóxi permite que ela seja personalizada para atender às necessidades específicas de uma aplicação.

A aderência da resina epóxi em diferentes superfícies.

Outra característica importante da resina epóxi é a sua capacidade de aderir a uma variedade de substratos, incluindo metais, madeira, cerâmica e vidro.

Isso significa que a resina epóxi pode ser utilizada para selar e proteger esses materiais, além de melhorar sua aparência estética.

A resina epóxi também é uma ótima opção para aplicações onde a impermeabilização é uma preocupação, como em estruturas de concreto, tanques de armazenamento de água e outros recipientes que precisam manter a água fora.

  • A resina epóxi também é resistente a produtos químicos e solventes, o que a torna adequada para aplicações em indústrias químicas, farmacêuticas e alimentícias.
  • Além disso, a resina epóxi é atóxica e não libera produtos voláteis nocivos, tornando-a adequada para aplicações onde a saúde e segurança são uma preocupação.

Em conclusão, a resina epóxi é um material durável e versátil que oferece uma variedade de benefícios para uma ampla gama de aplicações.

Sua resistência à água, ácidos, álcalis, abrasão, impactos, temperaturas extremas, radiações UV, sua capacidade de suportar altas cargas mecânicas, sua flexibilidade de design, sua capacidade de aderir a uma variedade de substratos e sua resistência a produtos químicos e solventes tornam a resina epóxi uma escolha popular para muitos projetos e aplicações.

Onde Comprar Resina Epóxi?

Para comprar resina epóxi para iniciante, pigmentos, corantes ferramentas e outros materiais, é só você clicar nesse link www.redelease.com.br para acessar a loja da maior produtora de resinas do Brasil. A única empresa no Brasil com certificado internacional de qualidade da resina epóxi.

Você pode usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de até 10% de desconto em qualquer compra no cartão e + 5% de desconto no PIX e boleto.

Fale direto com o WhatsApp da Redelease 

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo

Arte Marinha

Custo de Produção de Arte Marinha em Resina

O custo de produção de uma tábua de servir revestida de resina epóxi pode variar de acordo com alguns fatores, como o tamanho da tábua, a qualidade da resina e a complexidade do projeto.

No entanto, é possível estimar um preço médio para este tipo de produto.

A resina epóxi é uma opção popular para revestir tábuas de servir devido à sua resistência à água, ao calor e às manchas.

Além disso, ela também é resistente a riscos e amassados, o que a torna ideal para uso em cozinhas e áreas de jantar.

O investimento em uma tábua de servir revestida de resina epóxi pode ser dividido em três principais categorias: o custo da resina, o custo da tábua e o custo da mão-de-obra.

O Custo da Resina Epóxi

custo de produção arte marinha em resina

O custo da resina epóxi varia de acordo com a qualidade e a quantidade necessária para revestir a tábua.

Em geral, é possível encontrar kits de resina epóxi com preços que variam entre R$ 50 e R$ 200.

Para saber quanto você vai gastar de resina em uma tábua, é necessário antes calcular a quantidade de resina que será aplicada na tábua, na quantidade total.

Depois você precisar transformar esse valor de gramas em Reais.

Logo, se você compra 1 Kg de resina, que é 1000 gramas e paga R$ 150,00 no kg.

Você precisa dividir 150 / 1000 que vai dar 0,15. Ou seja, cada grama de resina custa R$ 0,15 centavos.

  • Esse valor pode aumentar ou diminuir de acordo com a quantidade que você compra e o quanto você paga.
  • A quantidade de resina que se gasta para fazer cada camada de onda é muito pouca, pois é uma camada superficial de 1mm.

O Valor mais Variável – a Madeira

O custo da tábua pode ser considerado como o segundo item de maior importância no custo de produção.

A tábua pode ser feita de quase todo tipo de madeira. O preço varia muito dependendo do tipo de madeira.

Existem vários fornecedores pela internet onde você pode comprar tábuas já prontas para receber a arte marinha em resina.

  • Algumas madeiras são mais baratas com a Pinus e são bem bonitas para decoração. Uma tábua de Pinus pode ser encontrada a partir de R$ 7,00.
  • Outra madeira muito usada, como o bambu, tem preço médio, porém tem resistência ainda maior. Uma tábua de bambu pode ser encontrada a partir de R$ 15,00

Esse valor deve ser somado ao valor em relação a quantidade total de resina utilizada na tábua.

Quanto maior o tamanho da madeira, maior a área que você deve fazer a arte. A arte valoriza a peça, mas não precisa usar muita resina para fazer uma arte que valorize a peça.

O valor da Mão de Obra para Fazer a Tábua de Resina

a resina epóxi é tóxica

A mão-de-obra é o terceiro item a ser considerado.

Ele inclui o tempo gasto para preparar a madeira, aplicar a resina, bem como o tempo gasto para da acabamento na tábua.

O preço varia de acordo com a complexidade do projeto e o tempo gasto para finalizar o trabalho.

Em geral, o custo de produção de uma tábua de servir revestida de resina epoxi pode variar entre 100% a 300% sobre o valor dos materiais.

  • Isso é uma estimativa geral, e o preço final pode ser mais alto ou mais baixo dependendo das especificações do projeto.
  • Além disso, vale lembrar que existe uma série de outros fatores que podem afetar o preço final, como a complexidade do projeto, o tamanho da tábua, o tipo de resina e o tipo de tábua utilizada.

É possível estimar um preço médio de custo a partir de R$ 25 entre madeira e resina usando a madeira mais barata, como a Pinus, e de tamanho médio, de 35x 45cm.

Conclusão Sobre Custos de Produção de Arte Marinha em Resina nas Tábuas

madeiras para efeito mar na resina madeiras para efeito mar na resina

Em resumo, a tábua arte marinha em resina para servir revestida de resina epóxi é uma excelente opção para quem deseja um produto durável e resistente.

Ela não tem custo de produção alto, pois se gasta pouca resina, já que as camadas de resina são superficiais de 1mm de resina.

O que vai aumentar ou diminuir o custo, é o tamanho da tábua, que influencia na quantidade de resina e o tipo de madeira, esse o que mais altera o custo.

Comece sempre por madeiras mais baratas como pinus, que tem potencial de venda com uma arte marinha bem feita.

Onde Comprar Resina Epóxi?

Para comprar resina epóxi e pigmento pasta para o efeito mar, corantes ferramentas e outros materiais, é só você clicar nesse link www.redelease.com.br para acessar a loja da maior produtora de resinas do Brasil.

A única empresa no Brasil com certificado internacional de qualidade da resina epóxi.

Você pode usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de até 10% de desconto em qualquer compra no cartão e + 5% de desconto no PIX e boleto.

Fale direto com o WhatsApp da Redelease 

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo

Artesanatos

A Resina Epóxi é Tóxica a Ponto de Prejudicar a Saúde?

A resina epóxi é um material com muitas propriedades interessantes, como alta resistência, durabilidade e flexibilidade, mas é um material químico. Hoje você vai saber se a resina epóxi é tóxica a ponto de prejudicar a saúde.

A resina se tornou uma opção atraente para a fabricação de produtos de consumo e para o uso doméstico, como pisos, balcões de cozinha e mesas de jantar.

No entanto, é importante lembrar que a resina epóxi também pode ser tóxica e precisa ser manipulada com cuidado.

Quando se trata de toxicidade, a principal preocupação com a resina epóxi é a exposição ao monômero epóxi, que é um dos componentes da resina.

O monômero epóxi pode ser liberado no ar durante o processo de cura da resina e pode ser inalado pelas pessoas.

  • A exposição prolongada ao monômero epóxi pode levar a sintomas como dor de cabeça, tontura, irritação dos olhos e da pele, náuseas e até mesmo problemas respiratórios graves.
  • Outra preocupação é que a resina epóxi pode liberar compostos orgânicos voláteis (COVs) durante o processo de cura e durante o uso a longo prazo.

Os COVs são substâncias químicas voláteis que podem ser liberadas no ar e inaladas pelas pessoas.

Eles podem causar sintomas semelhantes aos do monômero epóxi, mas também podem levar a problemas de saúde mais graves, como danos ao sistema nervoso central e ao fígado.

Como se proteger sua saúde da toxicidade da resina epóxi?

a resina epóxi é tóxica

Para evitar a exposição aos componentes tóxicos da resina epóxi, é importante tomar algumas medidas de precaução ao manipular o material.

  1. Use luvas, óculos de segurança e máscara de proteção durante o manuseio da resina epóxi. Isso ajudará a proteger sua pele e olhos da exposição direta à resina e a evitar a inalação de partículas de resina.
  2. Certifique-se de trabalhar em uma área bem ventilada. A exposição prolongada ao monômero epóxi e aos COVs pode ser prejudicial, então é importante garantir que haja uma boa circulação de ar durante o processo de cura da resina.
  3. Lave bem as mãos depois de manipular a resina epóxi. A resina pode ser absorvida pela pele e causar irritação, então é importante lavar bem as mãos após o contato com a resina para remover quaisquer resíduos.
  4. Não permita que crianças ou animais de estimação tenham acesso à resina epóxi ou a áreas recentemente revestidas com resina. Eles podem ser mais sensíveis às substâncias químicas e estar em maior risco de exposição.
  5. Armazene a resina epóxi fora do alcance de crianças e animais de estimação e em um local fresco e seco. Certifique-se de seguir as instruções de armazenamento fornecidas pelo fabricante.
  6. Use a resina epóxi apenas como destinado e siga as instruções do fabricante. Isso ajudará a minimizar o risco de exposição indevida e garantir que o produto seja seguro e eficaz.

A Resina Epóxi é Tóxica a Ponto de Prejudicar a Saúde?

Em resumo, a resina epóxi pode ser tóxica se não for manipulada corretamente.

No entanto, tomando algumas medidas de precaução simples, é possível minimizar o risco de exposição e garantir que a resina epóxi seja segura de usar em casa.

Lembre-se de usar luvas, óculos de segurança e máscara de proteção, trabalhar em uma área bem ventilada, lavar bem as mãos após o contato com a resina e armazenar o produto corretamente.

Seguindo essas medidas, você pode usar a resina epóxi com segurança em sua casa.

Além das medidas de precaução mencionadas acima, existem algumas outras coisas que você pode fazer para minimizar o risco de exposição à resina epóxi em sua casa.

Como Manusear a Resina sem prejudicar a saúde

  1. Use produtos de resina epóxi formulados com monômero de baixa toxicidade. Alguns fabricantes oferecem resinas epóxi que são formuladas com monômero de baixa toxicidade, o que pode ser menos prejudicial à saúde se houver exposição.
  2. Considere usar resinas epóxi à base de água. As resinas epóxi à base de água são menos tóxicas e liberam menos COVs do que as resinas epóxi à base de solvente.
  3. Use ventiladores ou ar condicionado durante o processo de cura da resina. Isso pode ajudar a dispersar o monômero epóxi e os COVs no ar e reduzir a exposição das pessoas.
  4. Não use resina epóxi em áreas fechadas ou mal ventiladas. Se você precisar usar resina epóxi em um cômodo fechado, abra as janelas e use ventiladores para garantir uma boa circulação de ar.
  5. Não use resina epóxi perto de fontes de calor ou fogo. A resina epóxi pode liberar monômero e COVs quando aquecida, então é importante evitar usar o produto perto de fontes de calor ou fogo.
  6. Se você tem dúvidas sobre como usar resina epóxi de forma segura em sua casa, consulte o fabricante ou um profissional de saúde qualificado.

Onde Comprar Resina Epóxi?

Para comprar resina epóxi e pigmento pasta para o efeito mar, corantes ferramentas e outros materiais, é só você clicar nesse link www.redelease.com.br para acessar a loja da maior produtora de resinas do Brasil. A única empresa no Brasil com certificado internacional de qualidade da resina epóxi.

Você pode usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de até 10% de desconto em qualquer compra no cartão e + 5% de desconto no PIX e boleto.

Fale direto com o WhatsApp da Redelease 

Conclusão sobre toxicidade da resina epóxi para uso residencial.

Como você viu, a resina é tóxica sim, enquanto está no estado líquido. Então é recomendado utilizar os equipamentos de proteção para que você não prejudique sua saúde.

A resina epóxi tem um cheiro fraco, mas você não deve abrir mão de usar máscara por isso.

A maioria das pessoas não sentem qualquer reação quando manipulam a resina, mas algumas pessoas tem um predisposição alérgica.

Consulte um médico caso você tenha alguma alergia depois que começar a manusear a resina epóxi.

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo

Sobre o Idealizador

Post

Destaques

Todos os Direitos Reservados © 2019 Guia da Resina Epóxi