Ligue-se a nós

Artesanato com Resina Epóxi

Veja Qual o Tempo de Cura da Resina Epóxi

Publicado

no

Hoje vamos abordar um tema muito comum e que gera muitas dúvidas entre os profissionais da resina epóxi: tempo de cura da resina epóxi.

Assim, entre o pessoal que está começando a dar seus primeiros passos no mundo da resina epóxi, o tempo de cura da resina epóxi sempre levanta dúvidas.

E para ajudar você, hoje eu vou abordar esse assunto e, de brinde, explicar a diferença entre cura e secagem para que você entenda de uma vez por todas!

Secagem e cura: você sabe a diferença?

A primeira coisa que vamos esclarecer antes de começar a falar sobre o tempo de secagem vai ser a diferença entre secagem e cura. Vamos lá?

Então a secagem é o fenômeno que ocorre logo nas primeiras horas após a aplicação da resina epóxi.

E é super simples de se verificar se a resina epóxi está seca! Basta tocar a superfície que você quer testar.

Sinais de que a superfície NÃO está seca por completo:

  • A superfície da resina fica deformada ou marcada. Ainda que de forma leve;
  • Você sente que o seu dedo grudou na superfície da resina ou, ele ficou com aspecto de melecado.

Isso são sinais de que a superfície que foi trabalhada com a resina epóxi não está seca ainda para iniciar o processo de lixamento.

E a cura da resina epóxi, o que é?

De acordo com o conceito técnico a “cura é a obtenção das propriedades máximas da resina”.

E isso basicamente nos diz que é quando a superfície trabalhada na resina epóxi está pronta por completo!

Ou seja, do momento em que foi constatada a cura da resina em diante, pouca coisa ou, até mesmo, nada mudará nela de forma estrutural.

Sinais de que sua resina ainda NÃO está curada por completo:

  • Risca com facilidade em qualquer situação, seja lixando ou com pequenos atritos sobre a superfície;
  • A superfície se enruga durante o lixamento. Isso é um dos sinais mais claros e pode levar todo seu trabalho por água abaixo.

O que dizem os fabricantes?

O tempo de secagem e cura pode variar muito mas a média do mercado é uma secagem de 8 horas aproximadamente e de 4 a 5 dias para a cura.

E claro que tenho que destacar que alguns fatores têm que ser levados em consideração como:

  • Espessura da superfície de aplicação;
  • Temperatura do ambiente;
  • Tipo de resina utilizado no trabalho.

Mas lembre-se sempre de conferir os períodos indicados por cada fabricante para não correr o risco de perder o seu trabalho!

Então confira esse artigo onde eu indico os melhores lugares para você comprar materiais para trabalhar com resina epóxi de forma segura e com o melhor preço.

Fatores que influenciam no tempo de cura da resina epóxi

Uma vez que você saiba bem a diferença entre a secagem e a cura, vou dar algumas dicas para você sobre o tempo cura da resina epóxi.

Então, como vimos, a cura nada mais é do que o estágio de maturação da reação química da resina onde ela atinge o seu máximo de resistência, dureza etc.

tempo de cura da resina epóxi

Alguns fatores, podem ser determinantes para que se obtenha o melhor resultado possível como:

  • Viscosidade: as mais líquidas tendem a demorar mais para secar enquanto as mais densas tendem a secar mais rápido;
  • Espessura: como vimos antes, a espessura é um fator importante onde as camadas mais finas tendem a secar mais rápido que as camadas mais espessas;
  • Calor: esse fator é tão importante que eu vou dedicar a próxima sessão do artigo toda só para ele.

Relação entre o tempo de cura da resina epóxi e o calor

Tome muito cuidado com a temperatura do ambiente onde você vai aplicar a resina epóxi.

Um lugar muito úmido pode fazer com que a resina nem mesmo seque.

E, com vimos, não podemos pensar em cura da resina se ela nem mesmo secar não é mesmo?

Enquanto um lugar úmido pode inibir a secagem, um lugar muito quente pode fazer com que ela ferva.

E caso ela ferva, se você estiver usando um molde, pode haver danos nesse molde ou nos materiais com que a resina esteja em contato.

O ideal é que a temperatura permaneça na casa dos 22oC a 25oC.

Então, vamos ver um resumo de como o calor e o frio influenciam na resina:

  • Calor
    • Quando em excesso, pode fazer com que a resina ferva. Principalmente quando se usar um endurecedor;
    • Pode fazer com que a resina seque antes do desejado. Enquanto você aplica, por exemplo.
  • Frio
    • atrasa muito ou inviabiliza totalmente o processo de secagem e cura;
    • O tão temido efeito blush. Você sabia que ele pode ser causado pela baixa temperatura?
    • Pode causar escamação na superfície.
tempo de cura da resina epóxi

Tempo de cura da resina epóxi e lixamento

Por mais que alguns fatores como pressão para entrega do trabalho rapidamente ou a aparência da superfície indiquem que você deve lixar a resina, aguarde o tempo por completo!

Eventualmente, se o lixamento ocorrer antes do processo de cura da resina estar finalizado pode ser desastroso para o seu trabalho.

Só para exemplificar, pode levar a ter de refazer todo o trabalho!

Então muito cuidado para não se afobar e acabar arruinando o seu trabalho e acabar desperdiçando material e tempo!

Já fiz um artigo sobre lixamento e polimento da resina epóxi aqui. Confira para ficar craque no assunto.

E Onde Comprar a Resina Epóxi?

Para comprar resina epóxi (porcelanato líquido), ferramentas e outros materiais, para fazer o efeito marmorizado, recomendamos a empresa Redelease , através do site www.guiadaresinaepoxi.com/redelease e usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de 10% até 15% de desconto em qualquer compra.

Se esse artigo ajudou você de qualquer forma, considere compartilhar com os amigos. Se tiver ficado com alguma dúvida, me deixei um comentário! Quem sabe eu não respondo sua dúvida em um próximo artigo?

Gostou do conteúdo? Deixe no comentário o que você gostaria de saber!

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso Whatsapp   ou enviando um e-mail para mim  contato@guiadaresinaepoxi.com

Grande abraço e até a próxima!

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artesanato com Resina Epóxi

Silicone Caseiro Para Moldes – Veja como fazer

Publicado

no

Silicone Caseiro Para Moldes

Nesse artigo, veja como fazer silicone caseiro para moldes de vários objetos, e produzir as mais variadas peças artesanais, em sua casa!

Muitas pessoas pensam que é muito difícil obter o molde de algum objeto e depois copiá-lo. Então, pegue as dicas a seguir.

Materiais para Fazer Silicone Caseiro Para Moldes

Antes de tudo, você consegue encontrar o silicone para moldes a venda em várias lojas de artesanato ou por meio da internet.

Ele pode ter várias cores, e é classificado por um nível de maciez, que o torna mais rígido ou macio, de acordo com a sua necessidade de uso.

E para fazer o seu silicone caseiro, será preciso de:

  • Silicone
  • Detergente
  • Molde a ser utilizado

Passo-a-passo para fazer o seu silicone caseiro

Pegue uma tigela e encha de água. Ela precisa ficar em uma temperatura adequada, ou seja, nem quente ou fria. Coloque uma boa quantidade, para que você mergulhe sua mão depois.

Adicione um pouco de detergente na água. Vá misturando até que o produto se dissolva completamente.

  • Caso você queira, também pode utilizar glicerina líquida. Ela consegue reagir com o silicone, e pode fazer com que suas partículas, possam aderir entre elas.

Agora deixe sua mão e a peça que será copiada bastante molhadas, também com a água e o detergente.

Agora acrescente na água o silicone. Você pode adquirir um tubo de silicone puro ou acético em lojas de construção.

Mas, o produto não deve ser do tipo que consegue secar rapidamente. Adicione a quantidade certa do produto, para cobrir o item que você deseja moldar.

Usando o Silicone de Vedação

O tipo de silicone ainda é conhecido como silicone de vedação.

Caso o seu tubo não inclua a seringa para aplicação, adquira uma pistola de vedação.

Para utilizá-la, coloque o tubo, cortando a sua extremidade e faça uma abertura no local.

Vá amassando o seu silicone caseiro, enquanto ele ficar submerso. Pegue-o e aperte o produto, até que ele não grude mais sob o líquido. Isso pode levar alguns minutos.

  • Tente transformar a massa em um disco consistente.
  • Comece a enrolar com suas mãos o silicone. Aperte contra um local plano, e faça força.
  • Ele também precisa estar mais grosso, que o item a ser moldado.

Caso o silicone esteja ainda grudando, coloque uma quantidade fina de detergente no local em que está trabalhando, e nas suas mãos.

Agora é só você colocar essa massinha de silicone caseiro sobre a peça que você deseja copiar. Lembrando que tudo precisa estar bastante molhado, com água e detergente.

Você deve ir modelando, até deixar tudo encaixado no molde. Deixe o silicone ficar rígido. Este produto nunca fica completamente duro, porém um pouco maleável.

  • Aguarde algumas horas, até o material atingir o aspecto adequado.
  • Retire o item do molde.
  • Pegue o silicone caseiro pelas pontas e o dobre para trás, separando assim os itens.

Além disso, você pode virar ou fazer o que for preciso para separá-los.

Utilize o molde. Preencha-o com algum tipo de material, e o retire após isso para secá-lo.

Você pode usar algumas resinas no seu silicone caseiro como por exemplo, uma resina 4008, um endurecedor 5000 e qualquer corante de sua preferência, e aguardar o material endurecer e curar.

Utilize vaselina em pasta para untar a forma.

Conclusão sobre como fazer silicone caseiro para moldes.

Viu como é fácil fazer o seu próprio silicone caseiro para moldes, somente utilizando alguns materiais? Então agora é a sua vez de brincar e pegar vários moldes de outros objetos, usando este material.

Se você quiser fazer molde de silicone para trabalhos de resina, não utilize esses moldes caseiros.

Isso porque o acabamento da resina ficará com pequenos defeitos e com acabamento fosco.

Então recomendo utilizar borracha de silicone profissiona.

Onde Comprar Silicone para Moldes de Resina?

chaveiro de resina epoxi

Para comprar resina epóxi para iniciante, pigmentos, corantes ferramentas e outros materiais, é só você clicar nesse link www.redelease.com.br para acessar a loja da maior produtora de resinas do Brasil. A única empresa no Brasil com certificado internacional de qualidade da resina epóxi.

Você pode usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de até 15% de desconto em qualquer compra.

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo

Artesanato com Resina Epóxi

Melhor Borracha De Silicone Para Moldes

Publicado

no

Trabalhar com artesanatos não é simplesmente colocar a mão na massa e hoje vamos falar da melhor borracha de silicone para moldes.

Os artesãos precisam entender tudo o que é necessário fazer para que, seus trabalhos possam sair perfeitos.

Dicas importantes sobre  a melhor borracha de silicone para moldes

G:\Meu Drive\GRE\BLOG\Artigos - Produção\Julho\2216 Gutemberg part 1\Artigo Melhor Borracha De Silicone Para Moldes

Hoje vamos falar sobre borracha de silicone para moldes, e algumas dicas bem importantes para você entender o funcionamento de cada cor.

Você pode encontrar diversas cores de borracha: rosa, azul, branco, verde, vermelho e preto.

É bom ressaltar que as cores são somente como estratégia, para ajudar na comunicação, porém suas propriedades químicas é o que as tornam diferentes.

Todas estas borrachas são líquidas de ótima fluidez, apresentam níveis de viscosidade e densidade relativamente próximos.

No entanto, são diferentes com relação a consistência, após o tempo de cura:

  • Branca: dureza shore A 9 -10
  • Rosa: dureza shore A 15 – 19
  • Verde: dureza shore A – 14
  • Azul: dureza shore A 9 – 10

Ou seja, muitos consideram a melhor borracha de silicone para moldes é nas cores azul e branca.

Pois possuem maior flexibilidade e por esse motivo, há artesãos que escolhem essas tonalidades de silicone.

Principalmente azul, para criar moldes de peças, por exemplo em fibra de vidro.

Porém, as borrachas de silicone são bem versáteis e cada cor, consegue adaptar-se à um novo formato de molde.

  • Artesãos que desejam moldes mais duros, ou espessos por causa do peso, tamanho e forma de um item, os silicones rosa e verde, são bastante recomendados.

Outras cores de borracha de silicone

Outros tipos diferentes deborracha de silicone para moldes, são o vermelho e o preto.

Inicialmente o vermelho serve para trabalhar com altas temperaturas, então você pode utilizar por exemplo, para derreter um estanho, e criar moldes de metal.

É claro que você precisa verificar o ponto de fusão máximo que a borracha de silicone aguenta, e que o metal vai precisar.

A borracha de silicone preta ela tem a mesma dureza que a vermelha, e sua flexibilidade é quase zero, caso você tente deformá-la, será partida ao meio.

Também temos a borracha BX3 que possui muita resistência, e você consegue tirar mais moldes de resina.

Mesmo sendo a mais cara, porém, você terá um ganho maior em durabilidade dos moldes.

Cuidados especiais com as melhores borrachas de silicone para moldes

Borracha De Silicone Para Moldes

É fundamental ainda a necessidade da utilização de um catalisador proporcional a 5% isto é: a cada 100g de silicone, será preciso cerca de 5g de catalisador.

Porém isso vai exigir alguns cuidados simples como a utilização da balança de precisão, para conseguir a medida apropriada:

  • Misturar uniformemente o silicone separado e depois o catalisador – e ao final juntar estes elementos, que garantam assim, a textura e mistura desejadas.
  • Controle a criação de bolhas, e esteja sempre atento às quantidades de volume, de cada elemento.

Apenas assim, você evita gastos indevidos ou circunstâncias indesejáveis no desenrolar do trabalho.

O armazenamento deverá acontecer em espaço arejado, sem luz excessiva.

Ainda é indicado deixar os moldes lubrificados com spray ou vaselina específica.

Isso a elevar a duração dos seus moldes, e retardar o ressecamento do silicone, para colaborar com a desmoldagem.

Conclusão sobre sobre borrachas de silicone

Borracha De Silicone Para Moldes

Apresentamos para você, os pontos principais sobre como funciona cada borracha de silicone para moldes, destacando seus aspectos para criar moldes, e os cuidados que você precisa tomar.

Além disso, é fundamental respeitar o seu tempo de trabalho.

Então é importante, que seja cumprido todo o procedimento, seguindo as instruções técnicas, de cada molde em seu tempo de cura.

Além disso, seja crítico quando for escolher a melhor borracha de silicone para amoldes e seu fornecedor, para exigir mais qualidade aos seus produtos.

Onde Comprar a melhor borracha de silicone para moldes de resina?

chaveiro de resina epoxi

Para comprar resina epóxi para iniciante, pigmentos, corantes ferramentas e outros materiais, é só você clicar nesse link www.redelease.com.br para acessar a loja da maior produtora de resinas do Brasil. A única empresa no Brasil com certificado internacional de qualidade da resina epóxi.

Você pode usar o cupom GUIADARESINAEPOXI10 para ganhar de 10% de desconto no cartão e 15% de desconto no boleto/PIX em qualquer compra.

Fale direto com o WhatsApp da Redelease Clicando Aqui >

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo

Artesanato com Resina Epóxi

Resina Epóxi De Baixa E Alta Viscosidade – Veja a Diferença

Publicado

no

Resina Epóxi De Baixa E Alta Viscosidade

Muitas pessoas ficam em dúvida, sobre as diferenças entre resina epóxi de baixa e alta viscosidade.

É bastante comum se associar a percepção do esvaziamento das resinas, ou pela grossura específica dela com a viscosidade.

Por exemplo, caso você tenha pegado alguma resina de viscosidade baixa e outra de alta, e acaba virando de cabeça para baixo os recipientes, a resina alta, escorrerá lentamente, e a de baixa, irá descer mais rapidamente.

Sabendo disso, confira a seguir quais são as suas diferenças.

Distinções entre as Resina Epóxi De Baixa E Alta Viscosidade

  • Tixotropia

A Tixotropia, é uma das primeiras diferenças entre resinas epóxi, onde a resina pode ter o potencial para escoar. As de viscosidade baixa fluem mais e as altas fluem menos. É um termo mais técnico, mas é bom saber.

Resina Epóxi De Baixa E Alta Viscosidade
  • Bolhas

A criação de bolhas também é uma das diferenças entre resinas epóxi.

As resinas com viscosidade alta, por serem mais grossas, tendem a criarem mais bolhas, já que elas são mais difíceis de estourar, ao subirem até a superfície.

Agora as de viscosidade baixa, por serem mais líquidas, facilmente as bolhas podem subir e acabar estourando.

É óbvio, que possuem aditivos que te ajudarão nisso, como sprays, rolos fura-bolhas, em casos de porcelanatos líquidos, métodos específicos nas misturas, etc.

Caso você trabalhe com borrachas de silicone, e os moldes possuem muitos detalhes, o mais recomendado é utilizar as resinas de viscosidade baixa, pois elas são mais líquidas, e vão adentrar em qualquer orifício da borracha, ou então na maior parte dele.

As resinas de alta, também fazem ótimas ótimos trabalhos com detalhes, porém a de baixa viscosidade ainda é a ideal.

  • Laminação

Laminações em fibras de vidro, tecido, mantas, carbono, kevlar, ou seja, quaisquer modelos de tecidos, as resinas de viscosidade alta é a opção ideal, caso a laminação necessita estar na vertical.

Por escorrer pouco, se têm um menor trabalho para realizar sua aplicação.

A de viscosidade baixa, geralmente é melhor, pois elas conseguem se impregnar, mais facilmente. 

Fatores que poucos sabem sobre as resinas de alta e baixa viscosidade

Resina Epóxi De Baixa E Alta Viscosidade
  • Tempo de cura

Dentre as resina epóxi de baixa e alta viscosidade, a cura das resinas de alta viscosidade, tendem a ser mais rápidas, porém isso não chega a ser uma dificuldade.

Pois a diferença é de 5 a 10 minutos em relação a resina de baixa viscosidade. Obviamente que dependerá bastante da temperatura ambiente, porém essa é a média.

As resinas altas, podem ter os seus 30 ou 40 minutos de duração do trabalho, e as de baixa terá uns 30 a 50 minutos em média.

  • Dureza Barcol

Para as pessoas que não sabem, este tipo de dureza é a introdução de alguma extremidade de aço, pressionada no interior da resina por uma mola. Sua escala de dureza vai de 0 a 100.

As de viscosidade baixa possuem 10 de dureza barcol, e já as de alta contém aproximadamente 30, portanto, após ser curado, as resinas de viscosidade alta, serão mais duras que as de baixa.

  • Força

As resinas altas podem resistir em cerca de 100 a 95 graus, até que ela comece a obter uma deflexão térmica, já que é no momento em que a resina, por causa da temperatura, começa a ser deformada.

As de viscosidade baixa possuem entre 70 a 80 graus. Porém, não é uma diferença enorme, mas as resinas altas, tendem a suportar mais temperatura alta.

Esperamos que este artigo sobre as diferenças entre resinas epóxi consiga ter esclarecido todas as suas dúvidas acerca do tema. 

 

Conheça mais dos meus conteúdos gratuitos do blog:

Seguir essas dicas ajudarão a tornar o seu projeto o mais tranquilo possível. Você tem alguma Dúvida? Entre contato através do nosso e-mail:  contato@guiadaresinaepoxi.com

Continuar Lendo
Anúncio
Anúncio

Sobre o Idealizador

Destaques

Todos os Direitos Reservados © 2022 Guia da Resina Epoxi